Entender... é preciso?

3 de out de 2011


Imagem Google




Entender de anatomia, é preciso?
Decorar a geografia, sentir os relevos
Na ciência do tato suavizar teus pelos
Degustar o agridoce em paladar refinado.


Entender de poesia, é preciso?
Sussurrar atos desconexos
Cometer pecados linguísticos
Descabelar teus versos


Entender de boemia, é preciso?
Vagar ausente em cada sonho quente
Nas ladeiras íngremes do teu baixo ventre
Repousar aflita no calor latente.


Escrito em janeiro de 2011. Quando eu ainda queria entender...



4 comentários:

Emanuele on 3 de outubro de 2011 13:47 disse...

Que lindo!
Escreves muito bem....

Bjs!

Marcela on 3 de outubro de 2011 13:48 disse...

Nossaaaaaaaaaa!!!!!! Sem palavras para esse texto! Simplesmente perfeito...
Beijoss
Te adoro demais!

Shirley on 4 de outubro de 2011 13:15 disse...

Pimaaaaaaaaaaaa show de bola deu até mais calor do que já está...

Fernanda Marchioretto on 4 de outubro de 2011 20:00 disse...

Acho que o maior martírio da vida da gente é tentar entender as coisas... Mas aos poucos a gente aprende, que existem coisas eternamente incompreensíveis. Né?

S2

 

Copyright © 2009 Grunge Girl Blogger Template Designed by Ipietoon Blogger Template
Girl Vector Copyrighted to Dapino Colada