GUERREIRA DOS OLHOS VERDES

8 de mai de 2011

                            Ah, minha guerreira! Falar de você e tão fácil e ao mesmo tempo tão difícil! Pelo único motivo de me ter dado a dádiva de nascer de você já me sinto lisonjeada. Não existe na minha vida alguém que se compare a você. Uma guerreira com tantas histórias.Quando penso em você como uma pessoa independente de mim, ainda assim me vem lágrimas aos olhos.
                            A menina simples, mais velha de quatro irmãs. Com o coração mais puro que eu conheço. A menina obediente que achava que trabalhando no colégio particular de freiras onde era bolsista, sua mãe que costurava para as freiras trabalharia menos. Desde cedo um espírito iluminado. Tenho mania de achar que você não é desse mundo. Estou para conhecer pessoa com tal senso de justiça e perdão, entre outros tantos sentimentos nobres. A garota com tantas e tantas dores que acinzetaram demais esses olhos verdes. A mulher linda que não sabia o quanto o era. A mulher apaixonada pelos seus três filhos todos da mesma maneira. 
                            A mulher de quem herdei meus múltiplos talentos. Que me ensinou a cantar AVE MARIA em latim como aprendeu no colégio e que chorou anos mais tarde ao me ouvir cantá-la no casamento do meu irmão. A mulher que cantava baixinho pra mim e que tinha uma voz linda sem ao menos saber disso. Que transbordava de emoção com qualquer tipo de música e arte.
                           A mulher que cuidava sozinha dos cabelos dos pimpolhos e que foi durante muito tempo uma cabeleireira e manicure das melhores. Passei anos sem saber o que era ir a um salão de beleza. Mamãe era a mestra dos meus e de outros cabelos. E tem altas teorias como testemunha ocular do meu cabelo mutante.
                           A mulher que nunca me deu um PORQUE SIM  como resposta para os meus questionamentos. Que sempre revelou a verdade sobe tudo, como nunca foi feito com ela .
                           A  mulher que perdeu tão cedo sua saúde. Que me fazia sofrer e chorar cada vez q ia parar em um hospital. A que me pesava o coração a cada cirurgia. Lembro de quantas noites eu saía correndo da minha cama e ia pro teu quarto só pra ver se você ainda continuava respirando.
                           Ah, minha guerreira! Tantos anos se passaram e agora, apesar de eu ser meio que uma cópia do meu pai, consigo ver em mim tantos traços teus! Reconheço você em tantas atitudes minhas, tantos pensamentos, trejeitos. Tenho sua voz, seu queixo, seu coração de manteiga, minha pele clara, minha onda no cabelo ( aquela na franja, do lado direito), esse meu jeito engraçado, a risada solta..
                          Ah, minha guerreira! Tua luta não tem sido fácil. A saúde te faz falta e nos assusta a cada nova fragilidade. Mas você continua comigo. Em sintonia, com os mesmos cuidados e preocupações de mãe que eu só vou entender quando for uma. Você é a pessoa que sabe me acalmar desde quando para isso só era necessário o seu seio. Você é aquela que sabe tudo que está acontecendo comigo de longe. Olhar para você tão frágil por fora, só me faz reconhecer o quanto é forte por dentro. 
                           Forte, mãe-leoa, mãe que luta e faz de tudo pelos filhos e agora pelo neto. Mesmo quando acha que não está fazendo. Sou resultado de tuas lutas. Do teu tempo dedicado a mim, à minha educação, ao meu crescimento. Sei que não existe no mundo amor maior que o de uma mãe. Ainda não sou mãe para sabê-lo. Só sei que meu amor de filha é grande demais. Sempre que puder, vou tentar  ser uma filha ainda melhor para que você continue tendo orgulho de mim. Se eu pudesse te desejar algo nesse dia, é que continue sendo tudo que você é e foi. 
                         Minha guerreira, no quesito mãe, você bateu todos os recordes. Não existe mãe melhor do que você no mundo inteiro! 

2 comentários:

ju&guty on 8 de maio de 2011 01:36 disse...

DEmais!

Shirley on 8 de maio de 2011 21:01 disse...

Que lindooooooooo pima, ficou perfeito a homenagem, mãé é tudo...

 

Copyright © 2009 Grunge Girl Blogger Template Designed by Ipietoon Blogger Template
Girl Vector Copyrighted to Dapino Colada